Aquele impulsos interiores, estranhos, que anseiam pela retidão; aquele desejo persistente de ser melhor e mais correto; aquela ambição insofrida de subir de subir a um nível mais alto; aquela aspiração instintiva de sentir a presença de Deus - tudo isso nada mais é que o toque de Deus na sua alma, a evidência de que você foi feito à sua imagem e de que tem acesso à sua presença como alma livre, eterna moral. Quando estes santos impulsos se manifestarem em você, ouça-os e confie neles, como confiaria numa dádiva de Deus, pois outra coisa não são. Siga os seus conselhos, porque se originam diretamente do Espírito de Deus. Toda a boa dádiva desce do Pai.